in

Carnaval de Bolsonaro custou cerca de R$ 1,7 milhão aos cofres públicos, segundo dados oficiais

No Carnaval deste ano, em meados de fevereiro, o atual presidente Jair Bolsonaro (sem partido) realizou uma viajem para a praia de São Francisco do Sul (SC), provocando algumas aglomerações quando o país estava entrando na segunda onda de contaminações e mortes pelo novo covonavírus.

Essas viagens custaram cerca de R$ 1.790.003,92, somando passagens aéreas, hospedagem, alimentação dele e se sua equipe, segundo dados oficiais do Planalto solicitado pelo deputado federal Elias Vaz (PSB-GO)

“É uma vergonha! No Carnaval, o Brasil passava de 242 mil mortos por Covid e, enquanto isso, Bolsonaro torrava dinheiro público com lazer”, protestou Elias, que já havia pedido e conseguido as informações sobre os custos das férias de Jair que aconteceu do dia 18 de dezembro de 2020 á 5 de janeiro, e o valor estimado foi de R$ 2.452.586,11.

“De dezembro a fevereiro, o presidente gastou mais de R$ 4,2 milhões com viagens em um país arrasado pela pandemia e pela fome. Para pagar auxílio emergencial decente, o governo não tem dinheiro. Mas para farra tem”, disse Elias Vaz.

Bolsonaro tem sido durante criticado, tanto por políticos quanto por famosos, por suas atitudes diante da pandemia do Covid-19. O parlamentar vem causando aglomerações onde passa sem usar máscara, e promovendo discursos contrários aos do ministério da saúde. 

Especialistas alertam governo Bolsonaro sobre nova onda de Covid-19

Doria a Eduardo Bolsonaro: ‘Bananinha, estou fazendo o que papai não fez’