in

Doria a Eduardo Bolsonaro: ‘Bananinha, estou fazendo o que papai não fez’

O atual governador de São Paulo, João Doria (PSDB), usou suas mídias sociais para fazer um post direcionado ao deputado federal, Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Na publicação, Doria disse que for preciso até a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da COVID, no Senado, vai prestar depoimento com toda a ”verdade” e ”piorar a situação” dos bolsonaristas.

No post, Doria ainda provoca Eduardo chamando-o de “bananinha” e diz que ele não vai fugir da CPI.

O governador cita uma postagem feita pelo deputado em que ele pergunta se o tucano iria até a CPI e falaria sobre a demora para comprar os medicamentos para o kit intubação.

“Bananinha, enquanto você produz fakenews e cloroquina, com esse ovo vamos produzir 2 doses da Butanvac”, escreve o governador. “Estou fazendo o trabalho que o papai não fez”, explica.

O governador fez questão de mandar um “abraços” ao deputado juntamente com um emoji de “calça apertada“, apelido que o político ganhou dos bolsonaristas e governistas.

Sobre a CPI, Doria já garantiu que vai, caso seja convocado. Segundo ele, seu depoimento será verdadeiro e objetivo, e que isso pode “piorar muito a situação” dos apoiadores do presidente.

Na manhã desta última quarta-feira (26/5), governadores de 10 estados foram chamados para prestar seus depoimentos na CPI da COVID, porém Ainda não há uma data para marcada para isso acontecer.

Com isso, Wilson Lima (PSC-AM), Ibaneis Rocha (MDB-DF), Helder Barbalho (MDB-PA), Wilson Witzel (PSC-RJ), Carlos Moisés (PSL-SC), Antonio Denarium (PSL-RR), Mauro Carlesse (PSL-TO), Waldez Góes (PDT-AP), Wellington Dias (PT-PI) e Marcos Rocha (PSL-RO) irão depor na CPI da pandemia.

Carnaval de Bolsonaro custou cerca de R$ 1,7 milhão aos cofres públicos, segundo dados oficiais

Vídeo: Cachorro entrega traficante para Polícia, imagens viralizam na web