in

Joice Hasselmann conta que evitou denunciar agressões à PF por medo da possível interferência de Bolsonaro

A deputada federal Joice Hasselmann (PSL) revelou em suas redes sociais que sentiu um certo receio em procurar a Polícia para fazer as denúncias referente as agressões que sofreu dentro de seu próprio apartamento por medo que houvesse algum interferência nas investigações do atual presidente da República, Jair Messias Bolsonaro (sem partido).

A parlamentar disse que evitou procurar a PF, porque Bolsonaro já chegou a interferir de forma direta na PF com a intenção de proteger o próprio filho, e outros corruptos. Diante dessas afirmações, Hasselmann ainda questiona o que o presidente faria contra alguém que não é a favor de suas ideologias.

Mesmo assim, a deputada diz que respeita a instituição e defende “a lista tríplice para escolha do diretor-geral da PF“. As fortes declarações foram feitas pela própria parlamentar em suas redes sociais na noite do último domingo, 25.

No mesmo dia, Joice deu uma entrevista coletiva, relatando o caso e fez questão de afirmar a inocência de seu marido no caso de agressão que sofreu. A parlamentar ainda revelou que já apresentou dois nomes de possíveis suspeitos do crime, incluindo um deputado que seria contra a deputada.

Joice Hasselmann acorda com fraturas e dentes quebrados, cogita ataque e aciona a polícia

Filho de Bruno Covas ‘reage’ a ataque de Bolsonaro ao pai e manda recado para o presidente; confira